Arquivo da tag: patrimônio imaterial

III Encontro de Juventude de Terreiro abre o ano com muito AxÉ com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro

O ano de 2016 começou com todo o AXÉ para a Comunidade Jongo Dito Ribeiro e Casa de Cultura Fazenda Roseira!

O III Encontro da Juventude de Terreiro RMC ocorreu nos últimos dias 22, 23 e 24 de Janeiro de 2016 e contaram com cerca de 150 Jovens dos Povos Tradicionais de Matrizes Africanas de Campinas e de mais 14 cidades do estado de São Paulo, além da presença de Pais e Mães de Santo que passavam pelo evento ou que marcaram presença no almoço do Domingo, dia 24.3EncontrodeJuventudedeTerreiro3

A Comunidade Jongo Dito Ribeiro fez a sua 1ª Roda de Jongo do ano, com direito a fogueira e presença de irmãs e irmãos jongueiros de Embú das Artes e Guaratinguetá.

Se quiser saber como foi o encontro e mais fotos é só acessar o relato Celebrando o III Encontro da Juventude de Terreiro RMC e Adjacências ou acessar a fanpage da Juventude de Terreiro RMC.

Seguindo com a programação…

No próximo sábado a Comunidade estará presente em duas atividades de parceiros:

  • No Balaio das Águas do Ponto de Cultura IBAO, com Roda de Jongo a partir das 16h. (a Festa começa às 12h)

Balaio das Águas IBAO

  • E na Festa da Amizade do Grupo de Capoeira IBECA, na Sede da Associação da Vila União, com Roda de Jongo às 21h.

Festa da AMizade IBECA

Se quiser saber mais da nossa agenda deste ano de 2016, continue acessando a nossa Agenda Jongueira e ficará por dentro das nossas ações deste ano.

“Vai buscar Jongueiro a onde está

Vai buscar jongueiro a onde está

Vai meu candongueiro…”

Bora Comunidade!! O ano Começou!!!

AXÉ

Jongo de Campinas no 13º Encontro de Jongueiros

”Planta seu milho

Colhe seu milho e faz seu pão

Ta na ngoma, ta na ngoma, ta na ngoma

Ta na ngoma da sua mão”

Cachuera!

Ao som dos tambus e candongueiro e muitas rodas e novos pontos de jongo, a Comunidade Jongo Dito Ribeiro de Campinas-SP participou no último final de semana, dias 05, 06 e 07 de Dezembro, do 13º Encontro de Jongueiros do Sudeste, realizado no município de São José dos Campos-SP, cidade-sede de uma das Comunidades Jongueiras, o Jongo Mistura da Raça – SP.

Roda início

roda inicio 2

Estiveram presentes no evento cerca de 45 Comunidades Jongueiras, sendo que 20 dessas compuseram a programação de apresentações durante dois dias.

Na mesa de abertura do evento pudemos ouvir falas de representantes do Instituto de Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN), da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial (CEPPIR) e da Prefeitura Municipal de São José dos Campos, e com certeza não poderiam faltar as falas de Laudeni, representando o Jongo Mistura da Raça e comunidade anfitriã, e também de Tio Manuel, mestre jongueiro e mais velho da Comunidade de Jongo do Quilombo São José da Serra de Valença-RJ. O Jongo de Campinas-SP abriu sua roda no primeiro dia de Encontro e depois pôde apreciar as comunidades da rede de Memória e Salvaguarda do jongo.

mesa de abertura

O Encontro de Jongueiros iniciou-se apenas com a parceria entre 02 Comunidades Jongueiras, por iniciativa do Professor Hélio Machado da Universidade Federal Fluminense (UFF), no ano de 1996 em Campelo, distrito de Santo Antônio de Pádua-RJ, com objetivo de promover as trocas entre as comunidades de jongo existentes, fortalecendo  a manifestação do jongo/caxambu. Com o passar dos anos, outras comunidades foram sendo inseridas ao Encontro e hoje são mais de 40 Comunidades presentes.

arrozal
Comunidade de Arrozal-RJ

 

guaratinguetá
Comunidade de Guaratinguetá-SP

 

Para os integrantes da Comunidade Jongo Dito Ribeiro participar deste 13º Encontro foi um momento muito especial, pois o 12º aconteceu em Piquete-SP, há 06 anos. E o reencontro depois de tanto tempo com as demais comunidades jongueiras, trouxe muitos aprendizados e fortalecimento de cada comunidade que voltou para as suas cidades, na manhã de domingo, já pensando no próximo encontro do ano que vem, em 2015, que por decisão das lideranças jongueiras  acontecerá na cidade de Piraí-RJ, no distrito de Arrozal.

Que venha 2015 e próximo Encontro de Jongueiros…

Veja mais fotos em https://www.facebook.com/media/set/?set=a.907451982612355.1073741878.187847154572845&type=1

tio mané e tio dudu

pinheiral
Comunidade de Pinheiral-RJ
piquete
Comunidade de Piquete-SP

 

serrinha
Comunidade da Serrinha-RJ

 

quilombo são josé
Comunidade do Quilombo São José da Serra, Valença-RJ

 

quissamã
Comunidade de Quissamã-RJ

 

porcinuncula 2
Comunidade de Porciúncula-RJ

 

piraí
Comunidade de Barra do Piraí-RJ

tambores quilombo são josé da serra

 

vassouras
Comunidade de Vassouras-RJ
caxambu miracema
Comunidade de Miracema-RJ

 

caxambu es
Comunidades de Caxambu do Espírito Santo-ES

fogueira

danda e enzo

campinas 2

campinas

alee

ale

campinas são josé da serra e piraí

campinas e tio mané

campinas e tia maria

campinas e quissamã

campinas e quilombolas

campinas e piraí

campinas e piquete

campinas e miracema

campinas e mestre nico

campinas e guará

campinas e filhos da sementes

campinas e fatinha

campinas e dona izolina

campinas e angra e piquete

campinas e angra e pinheiral

Jongo de Campinas na Terra de Zumbi dos Palmares

Durante os dias 17, 18 e 19 de Novembro de 2014 a Comunidade Jongo Dito Ribeiro teve a honra de ”pisar na tradição” na Serra da Barriga, terra de Zumbi dos Palmares em União dos Palmares-AL. Esta visita foi possível por causa da participação no evento Escambo Cultural, organizado pela Fundação Palmares, em comemoração ao dia de Zumbi dos Palmares e da Consciência Negra, no dia 20 de Novembro.

escambocultural

O Jongo de Campinas foi representado por Bianca Lúcia, Mestre Dudu, Lucas Silva, Vanessa Dias e André de Moraes.

Logo que chegaram visitaram o Quilombo do Muquém, uma comunidade que fica próxima a Serra da Barriga, na qual moram quilombolas descendentes de Zumbi dos Palmares.

MUQUEM

muquem

Em seguida, subiram a Serra e reencontraram Palmares. Na verdade o que existe hoje é o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, um espaço em que se tem algumas hipóteses de que fora justamente o Quilombo de Palmares, por onde Zumbi, o grande líder negro, nascera e vivera durante a sua busca pelo fim do regime escravocrata.

palamares1

palamres 2

No dia seguinte, participaram de uma roda de conversa na Comunidade Quilombola Muquém. Foi um momento de muitas trocas não só com a comunidade, mas também com o vice-presidente da Federação dos Quilombos de Minas Gerais.

muquemconversa 5

muquemconversa 4

muquemconversa 3

muquemconversa2

muquemconversa

À tarde, deram uma oficina para adolescentes e jovens de uma escola local e em seguida subiram a Serra novamente para cantar jongo louvando os ancestrais que passaram por alí.

roda na serra 5

roda na serra 4

 

roda na serra 3

roda na serra 2

roda na serra

E na última noite que estiveram na União Palmares-AL, participaram do cortejo com todos os grupos envolvidos na programação da semana da Consciência Negra na cidade.

cortejo 8

cortejo 7

cortejo 6

cortejo 5

cortejo 4

cortejo 3

cortejo 2

cortejo

O grupo voltou à Campinas antes mesmo do dia 20 de Novembro para cumprir as agendas na cidade marcadas para o mesmo dia, porém voltaram com a certeza de que, apesar de, segundo a Fundação Palmares, não existir muitos registros históricos que rememorem como exatamente foi o Quilombo de Palmares e a existência de Zumbi alí, a energia da Ancestralidade Guerreira e Resistente é muito latente e pulsa muito forte, praticamente como se tivesse sido ontem, na Serra da Barriga.

”Lá na Serra da Barriga, meu Mestre me mandou levar…. Viajante, Trovão Candongueiro, pra Zumbi e Dandara festejar.”  (André de Moraes – Comunidade Jongo Dito Ribeiro)

Por Vanessa Dias – Jongueira e Articuladora Cultural

Comunidade Jongo Dito Ribeiro Inaugura Centro de Referência do Jongo

No último dia 08 de Novembro de 2014, ocorreu na Casa de Cultura Fazenda Roseira a Inauguração do “Centro de Referência Jongueiras e Jongueiros do Sudeste Comunidade Jongo Dito Ribeiro Campinas-SP”.

FOLDER CR

Este Centro de Referência (CR) é o primeiro do estado de São Paulo e nasceu em parceria com o Coletivo Nina e o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).  O CR tem a finalidade de ser um espaço que contribua para a Salvaguarda da manifestação do Jongo, não só em Campinas, mas também em outras comunidades jongueiras.

IMG_2605

Estiveram presentes as Lideranças de outras comunidades jongueiras de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, alguns jovens representando a Juventude Jongueira, e vários parceiros dos Jongueiros de Dito Ribeiro, além é claro da Secretaria de Cultura de Campinas e de representantes da Coordenadoria Setorial do Patrimônio Cultural de Campinas.

IMG_2239

IMG_2417

A cerimônia de abertura do CR Jongueiras e Jongueiros do Sudeste foi muito especial, pois houveram homenagens a Mestre Dudu, jongueiro e filho mais Velho de Dito Ribeiro e ao Professor Arantes, um dos responsáveis pelo Patrimônio Cultural em Campinas. A atividade também foi marcada pela entrega da titulação de Patrimônio Cultural Imaterial do município de Campinas, pelo Secretário de Cultura Ney Carrasco.

IMG_2355

Depois da entrega da titulação o público foi convidado a apreciar o espaço do Centro de Referência, o qual está com exposição contando um pouco sobre a Manifestação do Jongo e suas peculiaridades.

IMG_2532

IMG_2535

IMG_2533

IMG_2531

IMG_2496

IMG_2454

IMG_2490

IMG_2663

Em seguida, os presentes puderam confraternizar degustando algumas ‘comidinhas’ típicas das comunidades jongueiras, como cuscuz, canja e canjica. Tudo isso ao som da Dama do Samba de Campinas, Aureluce Santos e Banda.

E para encerrar a noite, a Roda de Jongo com a Jongueirada presente não poderia deixar de acontecer.

IMG_2581

”Reuniu vários jongueiros, todos eles bom de verso

Cantando com harmonia, para todo o Universo.

Lelelelele, lelelelele, lelelelele, lelelelelele”

(Mestre Dudu – Comunidade Jongo Dito Ribeiro)

IMG_2667

Quem quiser saber mais sobre o “Centro de Referência Jongueiras e Jongueiros do Sudeste Comunidade Jongo Dito Ribeiro Campinas-SP” pode visitar a Casa de Cultura Fazenda Roseira ou acessar http://jongocaxambu.org.br/

Outras reportagens sobre:

http://correio.rac.com.br/_conteudo/2014/11/capa/campinas_e_rmc/221757-fazenda-roseira-se-torna-referencia-sobre-o-jongo.html

 

Por Vanessa Dias – Jongueira e Articuladora Cultural

Fotos de Neander Heringer

VI Sou África em Todos os Sentidos

É com grande satisfação que a Comunidade Jongo Dito Ribeiro compartilha a programação do VI Sou África em Todos os Sentidos.

VI Sou África

Este ano o tema é ”Nos Caminhos do Patrimonio Afro Cultural”, um tema que discute a Salvaguarda do Jongo e de outras manifestações afro-brasileiras.

A exposição acontece de Novembro a Dezembro na Casa de Cultura Fazenda Roseira e também em atividades externas. Acompanhe a programação completa:

Sábado 08/11

18h Abertura da Exposição

19h Inauguração do Centro de Referência Jongueiras e Jongueiros do Sudeste –

Comunidade Jongo Dito Ribeiro – Campinas/SP

Entrega de Titulação da Comunidade Jongo Dito Ribeiro – Campinas/SP

Homenagem ao Professor Arantes

Homenagem a Profa. Elaine Monteiro – UFF

19h30 Roda de Conversa: DPI – Departamento de Patrimonio Imaterial- Brasilia, IPHAN –

Instituto de Patrimonio Artístico Nacional – São Paulo, Fundação Palmares- São Paulo,

Secretaria de Cultura de Campinas, CEPIR – Coord. Especial Para Igualdade Racial ,

CONDEPACC e Convidados

21h Roda de Jongo das lideranças e Juventude Jongueira – Jongo do Sudeste
——————————–
Terça 11/11  O Jongo do Sudeste (registrado em 2005) – Patrimonio Cultural Nacional

9h30 Roda de Conversa: Do Registro a salvaguarda do Jongo do Sudeste e O Jongo na

Escola
– Vanessa Dias

14h30 Roda de Conversa: A Juventude Jongueira do Jongo do Sudeste

Bianca Lúcia

19h30 Oficina de Tambores – Nos toques da tradição

Prof. Mavi Jalekue – Escola de Curimba Ayan Angalu
———————————


Quarta-feira 12/11  CONDEPACC – CSPC


9h30 A História da CONDEPACC e sua atuação
– Marcela CSPC

14h30 A discussão de Patrimônio em Campinas: avanços e desafios
– Henrique CSPC
——————————–


Quinta-feira 13/11  A Capoeira (registrado em 2008) – Patrimônio Cultural Nacional

9h30 Oficina – A roda de Capoeira (registrado pelo IPHAN)

14h30 Ofício dos Mestres da Capoeira (registrado pelo IPHAN)
Alessandra Gama, Prof. Bombril e convidados

19h30 A Capoeira na Escola
– Prof. Paulo Bombril – IBECA
—————————————–


Sexta-feira 14/11  Patrimônio AFRO Ambiental


9h30 Roda de Conversa: Racismo Ambiental – Desafios e Possibilidades na Comunidade

Quilombolas (Ivaporunduva)
– Lucas César e Maíra da Silva

14h30 O Corpo como patrimônio -Roda de saberes –Uma reflexão sobre a mulher moderna e o universo da moda e da beleza – Ana Di Romão

—————————————

Sábado 15/11 Dia Nacional da Umbanda –
10h – 13h atividades na Praça atrás da Catedral

Estaremos fechados
—————————————


Terça-feira 18/11 Patrimônio Ancestral
12h Visita a Casa de Cultura Fazenda Roseira do Rei Oba de Efon
Convite para o almoço com Edna Lourenço 7851 -7554

quarta 19/11 Festa Africana no Bom Prato – atividades externa – projeto Saberes e Sabores

13h roda com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro no Bom Prato
– Estaremos fechados

—————————————

Quinta-feira 20/11 Marcha Zumbi dos Palmares –
9h Concentração na Estação Cultura

16h Roda de Jongo Comunidade Jongo Dito Ribeiro – em frente a Igreja São Benedito –
centro
10 anos de prática e reverência à Dito Ribeiro, São Benedito e à Mãe Preta

19h Premio Zumbi dos Palmares – Câmara dos Vereadores

Estaremos Fechados
———————————–


Sexta-feira 21/11 Roteiro Afro Campineiro – Patrimônio Local

9h30 Oficina – A presença Negra no Centro Histórico de Campinas

14h30 Oficina – Construindo novos Roteiros- Roteiro Afro Campineiro e Cultura Digital

– Alessandra Ribeiro

—————————————–
Sábado 22/11 Patrimônio Cultural Imaterial e Os Movimentos Sociais

9h30 – 12h30 Entendendo o Patrimônio
– Trilha Grio – NINA

14h30 Patrimonio Edificado – Nossas ruínas – Fazenda Roseira antes e na atualidade
Alessandra Ribeiro

16h Negras Raízes – Roda de conversa com artistas negros campineiros
Coord. Rosana Meneses
—————————————–


Terça-feira 25/11  Religiosidades e Patrimônio

9h30 Oficina – Mitologia Africana X Mitologia Greco – Romana

17h Palestra – Sincretismo Afro Religioso

Roda de Conversa: Pai Joãozinho – Terreiro da Vó Benedita

19h30 As Santas Negras
Palestrante: Fábio Custódio
———————————————–


Quarta-feira 26/11  Casa de Cultura Fazenda Roseira – Centro de Referencia, Pesquisa e Memória da Cultura AFRO Campineira
Patrimonio Material e imaterial – um diálogo constante

9h30 Lei 10639/03 – O pilar de nossas ações (Projetos, atuação e realizações)

Prof. Wilson Queiroz e Comunidade Jongo Dito Ribeiro

14h30 Metas e Parcerias – Construindo novos Rumos
————————————————


Quinta-feira 27/11 Exposição aberta aos visitantes

O debate da programação de hoje foi transferida para o dia 02 de Dezembro.

Noite – Estaremos Fechados (evento Força da Raça)
————————————————-

Sexta-feira 28/11  Maracatu Nação Nagô – memórias, negritude e resistência

9h30 – Casa de Cultura Tainã – 25 anos

14h30 – Memórias coletivas e identidades próprias
————————————————-


Sábado 29/11  Um panorama da Juventude de Terreiro no Brasil – desafios e perspectivas Juventude de Terreiro RMC

9h Oficina Ervas e Benzimento (saberes umbandistas) – Cristiane Gargantini
Participação: Juventude de Terreiro e Coletivo Saravaxé

14h Mapeamento das Comunidades Tradicionais de Terreiro – O Direito e as

Vulnerabilidades
– uma conversa necessária

23h59 Samba de Luá – Último do Ano- Imperdível
Homenageados convidados: Aureluce Santos e Nelsinho Fidélis
—————————————————


Terça-feira 02/12 Dia do Samba As Matrizes do Samba no Rio de Janeiro: partido alto, samba de terreiro e Samba do Recôncavo Baiano

09h30 Oficina Projeto: Saberes e Sabores – Feijoada

14h30 Roda de Conversa: Feijoada do Samba, Feijoada das Marias do Jongo (video)

A Feijoada do Sudeste – CLE/Unicamp

Profa Claudia Wanderley

Edna Lourenço

19h30 – 23h – Roda de Conversa: O Samba Campineiro

Conversando de Samba com Casa Caiada e Convidados das Agremiações das Escolas de Samba (roda de samba)
————————————————


Quarta-feira 03/12 Culinária Afro Brasileira – Mitos, ritos e mirongas
9h30 Exibição de Videos 100 anos de Abdias do Nascimento e Carolina de Jesus

14h as 17h Oficina Saberes e Sabores – Culinária Afro Brasileira – parte 1

——————————————————-
Quinta-feira 04/12  Nos Ventos de Oiá

9h30 Mitos e contos – A senhora dos Ventos

Culinária Afro Brasileira – Mitos, ritos e mirongas

14h as 17h Oficina Saberes e Sabores -Culinária Afro Brasileira – parte 2

19h Coletivo SARAVAXÉ


– Confraternizção e encerramento do IV Sou África em Todos os Sentidos 2014
Toques e Batuques – Escola de Curimba Ayan Angalu – Prof. Mavi Jalekue

Projeto Pisa na Tradição

Projeto Anual Pisa na Tradição 2014

Desde fevereiro de 2014, a Comunidade Jongo Dito Ribeiro vem organizando diversas ações para a implementação do projeto anual PROAC Pisa na Tradição.

Nestas oficinas, temos compartilhado diversos saberes sobre a prática tradicional de uma comunidade Jongueira referente a dança, toque canto, identidade, ancestralidade, diálogos sobre as religiosidades, sob o olhar atento e participativo de nossos mais velhos.

Essas oficinas acontecerão durante todo o ano aos sábados das 10h30 ao 12h, e das 14h às 16h, além de interagir com outros espaços de formação, iniciativas culturais e debates na cidade de Campinas-SP. Este projeto pretende formalizar um exercício de Universidade Livre que já acontece e envolve conhecimentos e saberes de tradição ancestral por meio da oralidade e processos de formação e percurso cultural que acontecem organicamente no espaço da Fazenda Roseira.

As vivências são inteiramente gratuitas. E as mulheres… Tragam saias!!!!

Projeto Pisa na Tradição Cronograma

Cronograma do Projeto

26/04

10h30 às 12h – Curso Cultura Negra – (Parte I)

14h30 às 16h – Curso Cultura Negra – (Parte II)

03/05

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Identidade, tambores e batuques (Parte I)

10/05

10h30 às 12h – Carta Magna da Umbanda – Fórum de Debate

2014 Congresso Nacional da Umbanda (Percurso Cultural)

14h30 às 16h – Curso Identidade, tambores e batuques – (Parte II)

17/05

10h30 às 12h – Atividade no Canjerê do Patrimônio –

Terceiro Seminário da Patrimônio Imaterial (de 14 a 17 de Maio)

19h – Templo de Umbanda Mãe Joana 3 Estrelas

24/05

10h30 às 12h – Oficina de Roda de Jongo

31/05

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Identidade, Tambores e Batuques – (Parte III)

07/06

14h30 às 16h – Roda de Jongo no SaraUvá de Permissão

Na Estação Cultura de Campinas – Sala Toninhos

14/06

09h às 17h – Atividades no 1° Congresso ABEAFRO

Processo de Formação Livre

21/06

10h30 às 12h – Curso Cada Ponto Conta um conto – (Parte I)

10h30 às 12h – (Projeto Roseira na Copa – Praça Arautos da Paz)

28/06

10h30 às 12h – Curso Cada Ponto Conta um Conto (Parte II)

14h30 às 16h – Roda de Jongo no Projeto Fazenda Roseira,

Brasil e NIgéria na Copa do Mundo (Percurso Cultural)

05/07

10h30 às 12h – Oficiina Roda de Jongo

12/07

Arraial Afro-Julino na Fazenda Roseira(Percurso Cultural)

09/08

10h30 às 12h -Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte I)

16/08

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte II)

30/08

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte III)

13/09

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte IV)

20/09

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte I)

04/10

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte II)

18/10

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

14h30 às 16h – Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte III)

25/10

10h30 às 12h – Curso Sagrado e Profano na Roda de Jongo (Parte I)

14h30 às 16h – Curso Sagrado e Profano na Roda de Jongo (Parte II)

08/11

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

Organização VI Festival Sou África em Todos os Sentidos

20/11

10h – Marcha Zumbi no centro de Campinas-SP

16h – Roda da Mãe Preta – Igreja São Benedito (Percurso Cultural)

15/11 a 04/12

Sou África em todos os Sentidos – Abertura Exposição do

Projeto “Pisa na Tradição” e exposição – Territorialidades,

Patrimônio, Políticas Públicas, Rupturas e Permanências.

(Percurso Cultural)

06/12

10h30 às 12h – Oficina Roda de Jongo

A partir das 14h Finalização do Projeto e Festa de Encerramento.

Saravá Jongueiro Viva Dito Ribeiro!

Salve Salve Comunidade!!!
 
Quem foi na Feijoada das Marias do Jongo deste ano pôde conferir, além de muita gente bonita, comida gostosa, música agradável e uma energia boa, o lançamento do nosso CD Registro. Exatamente!!!
 
Depois de 11 anos de existência, a Comunidade Jongo Dito Ribeiro registrou alguns de seus pontos (cantigas de jongo) através da gravação de um CD….
Capa do CD Registro
 
Este é um trabalho realizado de forma coletiva e traz pontos que remetem à Comunidade a momentos muito especiais. 
Este material será utilizado também para a captação de recursos para o grupo por meio da sua venda. Quem quiser saber mais pode enviar um e-mail para alejongo@gmail.com, vanessadiascultura@gmail.com e comunidadejongoditoribeiro@gmail.com
 
A seguir você poderá conferir o nosso Clip Oficial gravado na Casa de Cultura Fazenda Roseira sob a Direção de Adriano Gorni e aúdio, como em todo o CD, de João Arruda. Dá uma olhadinha!!!
 
Por enquanto é isso!!!
 
AXÉ