Arquivo da tag: arraial afro

O 13º Arraial Afro Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro está chegando!!!

Salve Salve Comunidade!!

Vejam o que vem por aí e aguardem mais detalhes da programação em breve!!

“Trabalhei, suei, sangrei

Trabalhei, suei, sangrei

Do cativeiro e das correntes com fé eu me libertei

Do cativeiro e das correntes com fé eu me libertei

Corri na mata, pé descalço estrela guia

Corri na mata, pé descalço estrela guia

Vou encontrar Palmares ver nascer um novo dia

Vou encontrar Palmares ver nascer um novo dia”

(Comunidade Jongo Dito Ribeiro)

O Arraial Afro-Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro é a maior festa organizada pela sociedade civil em Campinas e região, com a participação de cerca de 5000 pessoas. É uma festa julina anual com duração de 18h que ocorre sempre no segundo sábado do mês de Julho. E neste ano ela iniciará às 12h do dia 09 de Julho (Sábado) e encerrará às 06h do dia 10 de Julho (Domingo).

Print

A festa inicia tradicionalmente com o terço a São Benedito e depois segue com apresentações culturais e artísticas de grupos parceiros de diversas localidades do estado de São Paulo do segmento afro. Tem jongo, samba, maracatu, rap e outras manifestações culturais afro-brasileiras, além da disposição de barracas de comidas típicas juninas e artesanato.

Em 2009 o Arraial foi inserido no calendário oficial do Estado de São Paulo, dada a importância e referência do evento e a divulgação que promove da cultura afro em sua diversidade. Em 2014 o Arraial foi inserido também no calendário oficial do município de Campinas alcançando o reconhecimento local.

A Festa acontece na Casa de Cultura AFRO Fazenda Roseira, instalada na sede da antiga fazenda, na periferia de Campinas/SP. Toda a elaboração, desenvolvimento, divulgação e organização do Arraial é realizada há mais de uma década pela própria Comunidade, unindo gerações, amigos e familiares no maior evento realizado pela  Comunidade Jongo Dito Ribeiro.

AXÉ

12º Arraial Afro Julino do Jongo Dito Ribeiro

E tá chegando mais um Arraial Afro Julino, gente!!

Reservem na agenda e não percam. Em breve lançaremos mais informações sobre o evento.

AXÉ

unnamed

Programação do Arraial Afro Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro

Salve Salve  Galera!!!

Estamos aqui na Casa de Cultura Fazenda Roseira a todo vapor com os preparativos para o nosso tão esperado Arraial Afro.  E só para relembrar e não esquecer:

O 11° Arraial Afro Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro acontecerá….

Quando: 12 de Julho (sábado)

Horário: das 12h às 6h do dia 13/07

Entrada: 1kg de alimento não perecível (menos sal)

Local: Casa de Cultura Fazenda Roseira – Rua Domingos Haddad, n.01, Residencial Parque da Fazenda, cep. 13060-563, Campinas-SP.  Como Chegar

Teremos muitas barracas com Comidas Típicas Afro-brasileiras e Julinas também, além de Roupas, Acessórios e Artesanatos Afro.

E para a Programação teremos 19 grupos divididos em dois palcos mais DJs no Porão do Casarão. Vejamos quem são os grupos a se apresentarem no evento:

de13c-ter25c325a7os25c325a3obenedito

 

12h – Terço a São Benedito

O terço é uma das formas com que agradecemos a São Benedito por sua proteção a Comunidade Jongo Dito Ribeiro – Campinas/SP.

 

 

14h30 – Girafulô – São Carlos/SP

girafuloPráticas e Pesquisa em Danças Brasileiras Danças brasileiras e brincadeiras da cultura popular. As intervenções do grupo são realizadas de forma lúdica e interativa, as pessoas presentes são convidadas a entrar na roda e participar das danças e brincadeiras propostas pelo grupo. https://www.facebook.com/Girafulo

Barracão Teatro15h – Barracão Teatro – Campinas/SP

Formado em 1998 como espaço de investigação e criação cênica, por Esio Magalhães e Tiche Vianna, integrou em sua trajetória vários artistas no desenvolvimento de seus projetos. Dedica-se à pesquisa da linguagem da máscara, do palhaço, da commedia dell’arte, da improvisação e do aprofundamento do trabalho de ator como veículo da expressão teatral. Conta atualmente com diversos espetáculos em seu repertório, com os quais circula por diversas regiões do Brasil. http://www.barracaoteatro.com.br/

15h30 – IBECA – Campinas/SP IBECA

Trata-se de uma apresentação coreografada, através da música e do teatro mostra-se a dura realidade do trabalho das colônias de pescadores no litoral brasileiro, misturados com a magia e a beleza da nossa cultura. http://capoeiraibeca.com/?lang=en

16h – Capoeira Semente do Jogo de Angola – Campinas/SP

Semente do Jogo de AngolaO Grupo de Capoeira Semente do Jogo de Angola é uma entidade civil sem fins lucrativos, de carácter social, cultural, beneficente e assistencial, fundado por Jorge Egídio dos Santos -“Mestre Jogo de Dentro”- em 09 de Setembro de 1990, no Teatro Miguel Santana – Pelourinho – Salvador-Bahia.  http://www.sementedojogodeangola.org.br/index.php?title=HistoriaGrupo

samba-de-bumbo-divulgacao16h30 – Urucungos, Puítas e Quijengues – Campinas/SP

Fundado em 1988, o grupo tem como missão principal resgatar, preservar e divulgar a cultura popular brasileira, de acordo como se manifesta nas suas origens, apresentando-a ao público em forma de arte. http://blogoosfero.cc/profile/urucungos

oju obá17h – Oju Obá – Hortolândia/SP

‎Oju significa olhos, Obá significa Rei. Trata-se de uma referência a Xangô. Através do projeto de dança afro Oju Obá, “os olhos do rei” cobram ações afirmativas e políticas públicas para a população negra. http://pontodeculturacaminhos.blogspot.com.br/

Jongo Mistura da Raça17h30 – Jongo Mistura da Raça – São José dos Campos/SP

O Grupo de Jongo Mistura da Raça surgiu da necessidade do Mestre Laudení de Souza e de sua família em vivenciar a prática do Jongo, tradição que herdou de seu pai, Mestre Dorvalino de Souza. Distante de seu cenário de origem e com muitos obstáculos a serem vencidos, o Mestre Laudení foi buscar maneiras de realizar aquilo que estava em sua essência, procurando transmitir para seus descendentes os conhecimentos recebidos de seus antepassados. A iniciativa cresceu para além do contexto familiar, envolvendo a comunidade local nas vivências, nos encontros e nas práticas dos saberes e fazeres jongueiros, promovendo a revitalização desta expressão da cultura tradicional popular em São José dos Campos, indicando a existência na cidade de manifestações culturais diversificadas, “ao mesmo tempo vinculadas à tradição e em contato com a modernidade. https://www.facebook.com/Grupodejongomisturadaraca?ref=hl

Jongo Filhos da SementeJongo Filhos da SementeIndaiatuba/SP

Filhos da Semente é um Grupo de Jongo que nasceu no ano de 2012 na cidade de Indaiatuba. Coordenado por Jociara Souza e por Marina Costa, o grupo referencia suas ações nas tradições jongueiras de Barra do Piraí-RJ, especificamente nos conhecimentos transmitidos pelo finado Mestre Tio Juca, pai de Jociara. As vivências de jongo acontecem semanalmente, aos sábados, no Casarão Pau Preto, das 15h às 16h30. Serviço: Casarão Pau Preto. Rua Pedro Gonçalves, 477, Centro, Indaiatuba. Tel. (19)3875-3838 Contato do Grupo: Jociara Souza: (19)9 9456-6929. https://www.facebook.com/filhodasemente?ref=hl

E olha o que vai rolar no 9º Arraial neste sábado dia 14 de Julho...18h30 – Jongo de Tamandaré – Guaratinguetá/SP

Constituiu em 2004 a Associação Jongueira do Tamandaré de Guaratinguetá, que desenvolve o Projeto Bem-te-vi em parceria com a Associação Cultural Cachuera! e a Associação Quilombola. Há cerca de 10 anos, a Comunidade do Jongo do Tamandaré apadrinhou a Comunidade Jongo Dito Ribeiro. Dançado, sobretudo, nas festas juninas, pais, irmãos primos, tios e agregados podem se reunir para brincar o jongo. http://www.cachuera.org.br/cachuerav02/index.php?option=com_content&view=article&id=284:jongodotamandare&catid=57:comunidades&Itemid=61

E olha o que vai rolar no 9º Arraial neste sábado dia 14 de Julho...19h30 – IBAO – Campinas/SP

Somos um coletivo que vivencia a preservação e memória da Capoeira e do Patrimônio Cultural de Matriz Africana, difundidos e pertencentes pela nossa comunidade, há mais de 30 anos. http://pontodeculturaibao.blogspot.com.br/

20h – Samba de Yayá – Campinas /SPsamba de yaya

O “Samba de Yayá nasceu com a intenção de apresentar o repertório de samba de roda da região do Recôncavo Baiano. Com o passar do tempo foi se desenvolvendo um trabalho de pesquisa rítmica relacionado aos sotaques de samba da região do nordeste brasileiro. Como o grupo é da cidade de Campinas, as influências do samba sudestino também foram se mesclando, tanto no repertório como na intenção sonora. http://sambadeyaya.wix.com/sambadeyaya

Aláfia22h – Alafia – São Paulo/SP

Batuque de umbigada, ensaio de escola de samba, jongo e baile Black podem ser referências. A Banda Aláfia é formada por vários músicos compromissados com a difusão da cultura negra e suas matrizes africanas. http://soundcloud.com/alafia

00h – Comunidade Jongo Dito Ribeiro – Campinas/SPDança_ale_alter

A Comunidade Jongo Dito Ribeiro é formada por um grupo que reconstitui a manifestação do jongo em Campinas/SP por meio da memória de familiares de Benedito Ribeiro e outras pessoas que se encontraram e se reconheceram como jongueiras. https://comunidadejongoditoribeiro.wordpress.com.br/

Um pouquinho da Programação deste Sábado!02h – Aureluce Santos – Campinas/SP

Aureluce Santos nasceu em Campinas e ensaiou suas primeiras notas no Coral Maria Neves Baltazar até se revelar ao interpretar vários sambistas. Atualmente é reconhecida como “a dama do Samba de Campinas”, atraindo uma plateia de todas as idades. https://www.facebook.com/aureluce.santos

03h – Bateria Alcalina – Campinas/SPf5997-alcalina

O Instituto de Artes da UNICAMP é o berço da Bateria Alcalina: em 2003, estudantes da universidade e percussionistas de São Paulo e Campinas formaram esta bateria universitária, que logo se destacou por sua proposta e características singulares. Além do samba, interpreta diversos ritmos afro-brasileiros adaptados para a formação de bateria de escola de samba. dc416.4shared.com/doc/Z12KJdUU/preview.html

Maracatu Porto04h – Porto Maracatu – Piracicaba/SP

O Porto Maracatu de Piracicaba vem se apresentando desde sua estréia nos espaços culturais da cidade e região, nas comunidades, em praças públicas e nas escolas. O grupo pode realizar e oferecer diversos tipos de atividades diferentes, tais como apresentações em festas, eventos em locais fechados e abertos, arrastões de maracatu nas ruas, shows de palco, palestras e apresentações sobre os aspectos históricos do maracatu, workshops, oficinas entre outras intervenções e atividades. https://www.facebook.com/PortoMaracatu?fref=ts

05h – Ba Kimbuta & Makomba e convidados – São Paulo/SPBa Kimbuta

O Rap é seu instrumento de luta e é lá que vê o elemento fundamental de resistência negra. Organiza com outros irmãos a associação Negroatividades, fortalecendo o movimento negro em Santo André e São Paulo, promovendo debates e reflexões sobre a luta de gênero, a luta racial e a luta de classes. Ainda com a Negroatividades, produz “Grito da Periferia”, documentário exibido pela TV Cultura em 1999, além de diversos eventos, como discussões sobre saúde da população negra. http://bakimbuta.wordpress.com/

06h – Batucada de Encerramento com a Juventude de Terreirojovens de terreiro

Para encerrar com muita alegria, comemorando a chegada de um novo dia com a Juventude de Terreiro. Com o objetivo de fortalecimento e inserção das pautas das comunidades tradicionais na juventude, formando uma rede de articulação nacional, organizamos o 1º Encontro de jovens de terreiro da Região Metropolitana de Campinas, Umbanda e Candomblé, em 2014. Após o encontro, os jovens discutem temáticas como a intolerância religiosa, inserção da diversidade desta juventude na sociedade, o protagonismo da juventude, a permanência e resistência de suas tradições e ocupação dos espaços de decisões. https://www.facebook.com/juventudedeterreirormc?fref=ts

 

 

11º Arraial Afro Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro

É com grande alegria que divulgamos a nossa maior festa tradicional:

Cartaz_arte_72_web

O Arraial Afro-Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro é a maior festa organizada pela sociedade civil em Campinas e região, com a participação de cerca de 3000 pessoas. É uma festa julina anual com duração de 18h que ocorre sempre no segundo sábado do mês de Julho. Este ano será no dia de 12 de Julho.

A festa inicia tradicionalmente com o terço a São Benedito e depois segue com apresentações culturais e artísticas de grupos parceiros de diversas localidades do estado de São Paulo do segmento afro. Tem jongo, samba, maracatu, rap e outras manifestações culturais afro-brasileiras, além da disposição de barracas de comidas típicas juninas e artesanato. Em 2009 o Arraial foi inserido no calendário oficial do Estado de São Paulo, dada a importância e referência do evento e a divulgação que promove da cultura afro em sua diversidade. A Festa acontece na Casa de Cultura Fazenda Roseira, instalada na sede de uma antiga fazenda, na periferia de Campinas/SP. A entrada é 1kg de alimento não-perecível, os quais são doados para o banco de alimentos da prefeitura municipal de Campinas.

Toda a elaboração, desenvolvimento, divulgação e organização do Arraial é realizada pela própria Comunidade, unindo gerações, amigos e familiares no maior evento realizado pela sociedade civil na cidade.

Quando: 12 de Julho (sábado)

Horário: das 12h às 6h do dia 13/07

Entrada: 1kg de alimento não perecível (menos sal)

Local: Casa de Cultura Fazenda Roseira – Rua Domingos Haddad, n.01, Residencial Parque da Fazenda, cep. 13060-563, Campinas-SP.

Clique aqui e veja como chegar na Casa de Cultura Fazenda Roseira.

Realização: Comunidade Jongo Dito Ribeiro

Mais Informações:

  • com Alessandra Ribeiro: 19 3227-5633/ 99134-3922

  • com Sandra Gagetti: 19 99114-1208

  • com Vanessa Dias: 19 98106-7238/2517-6155

comunidadejongoditoribeiro@gmail.com

https://comunidadejongoditoribeiro.wordpress.com/

http://fazendaroseira.blogspot.com.br/