13ª Feijoada das Marias do Jongo

ATRAÇÕES CONFIRMADAS:

Grupo Contágio ✔
Aureluce Santo e Banda (A Dama do Samba campineiro) ✔
Membros da Ala *Em Cima da Hora * da Mocidade Alegre ✔
Dj Barata ✔
**Atração Supresa** ✔✔✔✔✔

VENDA DE INGRESSOS:
– Integrantes da Comunidade Jongo Dito Ribeiro
– Na Casa de Cultura Fazenda Roseira
– Tel para contato: 19991343922 Mãe Alessandra Ribeiro/ 19994944998 Bianca Lúcia/ 19981067238 Vanessa Dias

LOTES:
1° Lote: R$ 35,00 (até dia 26 de fevereiro)
2° Lote: R$ 50,00 (até dia 17 de março)
Na porta: R$ 70,00 (Venda do 12h às 14h)

*** FEIJOADA TRADICIONAL E VEGETARIANA ***

Proibido a venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos 🔞

*********************************
As mulheres têm destacada importância na cultura afro-brasileira, inclusive para cuidar da tradição e dos segredos, assim com transmiti-los às novas gerações. E dentro da Comunidade Jongo Dito Ribeiro, as mulheres ocupam diversas funções de importância e reconhecimento dos demais.

Nessa perspectiva, desde 2005,sob a condução, orientação e ensinamentos de Edna Lourenço, Zeila Regina e sob as bençãos de Rogéria Malaquias (in memorian),acompanhada pela boa música, vários amigos e parceiros de Campinas e região.

Todo recurso arrecadado neste evento Beneficente, é direcionado para ações sociais da comunidade e para manutenção de projetos culturais na Casa de Cultura Fazenda Roseira, sob gestão compartilhada da Associação do Jongo Dito Ribeiro e secretaria Municipal de Cultura, que esta localizada no Residencial Parque da Fazenda, na periferia da região noroeste de Campinas, onde a Comunidade Jongo Dito Ribeiro firma-se nas tradições e rituais aprendidos pelos ensinamentos dos jongueiros velhos e pela família Dito Ribeiro e ainda transita em outros universos culturais.

A vivência da cultura do jongo, especialmente por crianças e adolescentes, é uma forma de alimentar o ciclo da cultura do jongo e da cultura negra em sua mais ampla diversidade, em que participam velhos e crianças. Se antes as crianças aprendiam a cultura do jongo com certa distância, por serem proibidas de entrar na roda encantada do jongo, hoje podem aprender de perto esta cultura como forma de valorizar a cultura afro-brasileira e os laços comunitários para a constituição de sua identidade.

Confirme sua presença no evento : goo.gl/QEXMmu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s